Enxerto Ósseo

Quando um dente é perdido, inicia-se um processo de atrofia do tecido ósseo por desuso. O osso, como outros tecidos do nosso corpo, é um tecido dinâmico e que depende de estímulos mecânicos para manter o seu volume. De uma forma inteligente, o corpo humano diminui a quantidade de tecido onde não há estímulo. Se perdemos os dentes, faltará o estímulo mecânico da mastigação e o tecido ósseo atrofiará. Podemos fazer uma analogia com a nossa musculatura. Pessoas que praticam esporte, vão a academia e se exercitam, possuirão músculos maiores do que pessoas sedentárias. Tudo está relacionado ao estímulo.

Pessoas que perderam um ou mais dentes, e consequentemente tiveram perda óssea, podem beneficiar-se das avançadas técnicas cirúrgicas de reabilitação com enxerto ósseo e recuperar a parte funcional e estética do seu sorriso. Aqueles que sofreram perda óssea necessitam receber um enxerto antes da colocação dos implantes.

Os enxertos também são indicados nos casos de:

  • Perda óssea causada por doenças periodontais;
  • Traumas causados por acidentes;
  • Deformidades congênitas;
  • Aumentar o leito ósseo e tornar as próteses mais confortáveis;
  • Preencher depressões na gengiva causadas por extrações dentárias, melhorando a estética do sorriso;
  • Protocolos dentários.

Na clínica do Dr. Luiz Ervolino os enxertos ósseos são feitos utilizando-se as técnicas mais avançadas. Todo o procedimento é feito com total segurança, confiabilidade e comodidade.